ARUCI-SMC
O GAM nos deu uma linguagem comum, a linguagem da cidadania. (pessoa usuária de serviços que participa do projeto GAM - Brasil) 
Você está aqui: Inicio > Projetos > As políticas, serviços e práticas de saúde mental - Eixo 2 > As vozes, um caminho para o restabelecimento

As vozes, um caminho para o restabelecimento

A voz, um caminho para a recuperação. Viver bem com vozes, um grupo de formação e apoio (em curso)
Canadá, Quebec

Equipe de pesquisa

  • Myreille St-Onge, Ph.D., da Escola de Serviço  Social, Universidade de Laval; Brigitte Soucy, Le Pavois
  • Estudante e agentes de pesquisa: : Stephanie Breault-Ruel, Escola de Serviço Social, Universidade de Laval, Pierre Thivierge, Le Pavois.

O objetivo deste projeto de pesquisa é avaliar os efeitos nas pessoas que ouvem  vozes na participação em um programa inovador que combina o componente intervenção em grupo  "Viver melhor com as vozes"  com um apoio personalizado baseado  nas forças do indivíduo e da comunidade. Os estudos têm demonstrado os efeitos benéficos da intervenção em grupo com pessoas que ouvem vozes (McLeod et al, 2007, Newton et al, 2007, Knouth Ngo et al, 2009, Penn et al, 2009, St-Onge et al, 2008, Wykes et al, 2005). O aspecto único deste projeto é combinar uma intervenção em grupo a uma intervenção individual  baseado  nas forças  (Rapp & Gosch, 2006, Ridgway et al., 2009). Três estratégias de coleta de dados são privilegiadas para avaliar os efeitos da participação neste programa. Resultados  significativos são esperados na transformação das práticas relacionadas a estas pessoas.

A avaliação dos dois primeiros workshops realizados em 2008 e 2009, mostrou efeitos benéficos para os participantes deste programa (Nkouth Ngo et al, 2009, St-Onge et al, 2008). Nós antecipamos, para este programa inovador que os resultados poderiam ultrapassar aqueles da primeira edição como um projeto significativo que acompanha o programa de apoio aos ouvidores de vozes. Este projecto irá equipar melhor os ouvidores de vozes a se apropriar de um poder sobre suas vozes. A contribuição da atenção individual focada nas  forças (empowerment) irão potencializar os talentos e aspirações das pessoas, promovendo a sua integração num "nicho reabilitador" (Rapp & Gosch, 2006). Os resultados deste tipo de pesquisa têm o potencial de transformar as práticas junto as pessoas que vivem uma experiência de muita estigmatização  na rede de saúde e serviços sociais e na população em geral. Acreditamos, de fato,  que os resultados desta pesquisa contribuirão para a desestigmatização desta experiência humana.

Financiamento:fundos de arranque: ARUCI-SMC (2011-2012)

Objetivos da pesquisa:

  • Avaliar a contribuição, para as pessoas envolvidas, da articulação entre uma intervenção individual  e o trabalho em grupo dos ouvidores de vozes.

Contribuições e resultados:

  • Edição de ferramentas para as pessoas com problemas de saúde mental.
  • Desenvolvimento de métodos para apoiar a implementação e consolidação de práticas.
  • Contribuir para a desestigmatização das pessoas ouvidoras de vozes.

PUBLICAÇÕES

Ngo Nkouth B., St-Onge, M., &  Lepage, S. (2010). The group as a place of training and universality of the experience of voice hearers, Groupwork, vol. 20, no. 2, 45-64.

Soucy, B. &  St-Onge, M. (2011). Avec ou sans voix, accroître la qualité de vie! Le partenaire, vol. 19, no 4, 31-37.

St-Onge, M. (2009). Le rétablissement des entendeurs de voix dans la mire des chercheurs. Le Partenaire, vol. 17, no 2, 4-5.

Ngo Nkouth, B., St-Onge, M., Lepage, S., Soucy, B., Savard, H., (2009). Les entendeurs de voix: Évaluation d’un groupe de formation et soutien, volet 2. Québec. 89 p. http://www.lepavois.org/wp-content/uploads/2010/08/entendeurs-de-voix2.pdf

St-Onge, M., Lepage, S., Soucy, B., Savard, H., (2008). Les entendeurs de voix: Évaluation d’un groupe de formation et de soutien, Volet 1. Québec. 64 p. http://www.lepavois.org/wp-content/uploads/2010/08/entendeur_voix.pdf

Soucy, B., & Bourque, M. (2008). Vivre son rétablissement. Un outil d’animation et de formation, Québec : Le Pavois Éditeur. 

FERRAMENTAS E FORMAÇÃO

Soucy, B., & St-Onge, M. (à paraître en 2012). Un manuel destiné aux animateurs et animatrices pour l’élaboration d’un groupe de soutien et de formation pour les entendeurs de voix (titre provisoire). Le Pavois Éditeur.

Soucy, B., & Bourque, M. (2008). Vivre son rétablissement. Un outil d’animation et de formation, Québec : Le Pavois Éditeur.

Mieux vivre avec les voix (Melhor viver com as vozes): Formação de uma à três horas a fim de sensibilizar as pessoas em restabelecimento, as pessoas próximas, os trabalhadores e profissionais à esta nova abordagem que traz esperança e atualização. www.lepavois.org

Contatos:
Brigitte Soucy, Le Pavois
Telefone: 418-627-9779
E-mail: b.soucy@lepavois.org

Myreille St-Onge, professeure, Escola de Serviço Social, Universidade de Laval
Telefone : 418-656-2131, poste 3195
E-mail : Myreille.St-Onge@svs.ulaval.ca 

Todos os direitos reservados © 2011, Saúde Mental e Cidadania